Dicas do SPC para renegociar dívidas

Em uma pesquisa recentemente realizada, a Classe C lidera todos os índices de inadimplência junto ao país. A negociação de uma série de dívidas juntamente ao banco poderá ser algo extremamente vantajoso para os consumidores. Com isto é esta a conclusão que foi realizada pelo órgão do SPC Brasil em todas as capitais brasileiras.

Este estudo que foi realizado revela que pelo menos oito em cada dez consumidores brasileiros conseguem quitar as dívidas com os bancos, porém a não facilidade de negociação interrompe o pagamento dos clientes.

O que as pesquisas revelam sobre os clientes em sua relação com os bancos?

Diversas pesquisas realizadas revelam uma grande mudança de comportamento dos bancos com relação aos clientes, e principalmente no que diz respeito aos poderes aquisitivos. Antes o diálogo era algo inflexível, e agora as instituições vem pouco a pouco ouvindo propostas para renegociar com seus  clientes, tudo isto deverá acontecer independente do perfil do correntista.

Mais de 47% dos devedores vem de classe C, e com isto o resultado já era o esperado, com um aumento de poder aquisitivo do setor é possível se aumentar toda a oferta de créditos para este tipo de público, a maioria das pessoas tem a noção de que não estariam inadimplentes se tivessem um bom planejamento financeiro a se realizar.

A grande solução é procurar se investir onde existe a falta, na educação financeira. Existem escolas que poderão ensinar as crianças a lidar com finanças pessoais. E além de tudo isto existem vários tipos de sites na internet que poderão permitir o consumidor aprender a se equilibrar.

Por isso a entidade cita que pelo menos quatro em cada dez consumidores totalmente inadimplentes e tiveram os nomes incluídos através dos serviços de proteção ao crédito por possíveis atrasos relativos aos cartões de crédito ou mesmo de financiamentos bancários.

Praticamente a metade dos débitos vem concentradas em valores baixos, e por isso existe uma boa alçada para negociação, e tudo dependerá de ambas as partes, e por isso é interessante que se tenha um bom processo de negociação e facilitação de ambas as partes.

COMPARTILHE NOSSA MATÉRIA!

MATÉRIAS RELACIONADAS

PRINCIPAIS CATEGORIAS

PRINCIPAIS MATÉRIAS

Reader Interactions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *